Realeza?

Gente! Alôôô! Vocês levam cada coisa a sério! Poxa, tudo bem que as coisas esse ano não estão nada legais, que as panelinhas parecem ficar cada vez mais evidentes, mas peraí... Continuamos a estudar juntos, a passar todas as as tardes dentro de uma sala e por mais desagradável que isso seja pra cada um de nós, temos que nos respeitar antes de tudo. Tudo bem, se você é um dos que estão... Como posso dizer? Acho que a melhor palavra é "revoltado" com a história da realeza, acho que deve está achando que eu sou no mínimo uma hipócrita. No mínimo! O que não me importa! A questão é a seguinte. A realeza não foi criado com o intuito de ferir os sentimentos de ninguém... E isso é verdade, quer você queira acreditar ou não! (FATO) E se você quer saber a verdade sobre como tudo isso surgiu, lá vai....


"Sim, realmente quem deu início a essa história foi eu sim, não posso negar! Já passei da fase de mentir para me livrar das consequências dos meus erros. Agora, o problema o seguinte, tudo isso não passava de um brincadeira interna, nunca imaginei que poderia ter esse tipo de repercussão! (FATO) Há semanas, começei com a brincadeira de chamar tudo que se referia a mim como algo Real, isso mesmo, que vem da realeza, uma piada, que só diz questão a mim e ao meu suposto sangue azul. Começei a chamar a minha garrafinha de garrafa real, a água que bebo de água real, a cadeira que eu sento de cadeira real e logo tudo aquilo que não era meu, ou não tinha nenhuma ligação direta ou indireta comigo era da Plebe, sim. (Volto a lembrar que isso era apenas uma brincadeira, antes que até você que está lendo isso, que pode não ter nada haver com a história, fique com nojo de mim.)Chamava os meus amigos de plebeus e nunca me referi a ninguém que não fosse próximo de mim com esses termos, tudo para evitar confusão. Até aí, tudo AZUL. Depois que denominei a mesa do pátio do colégio(a mesa que eu e os meu colegas sentamos todo o intervalo) de mesa real e esse apelido se propagou e caiu na boca dos professores, os meus amigos tiveram a ideia infeliz de fazer a festa da REALEZA. rs,! Pra falar a verdade, eu nem gostei no início, eles queriam tomar os créditos da minha nobreza (táparei), mas resolvi não questionar, aliás, eles estavam em número maior. E foi daí que surgiu o verdadeiro problema pelo qual eu tiro um espaço do meu blog para comentar. As pessoas que, no caso, não eram do grupo real sentiram as dores e acharam que era uma forma de exclusão, ou mesmo de chacota e decidiram se rebelar. E aí começou a conflito entre a suposta realeza e a suposta não realeza."


-




Gentee, alô! Corta essa de que vocês levaram a sério isso, né? Poh, pega leve aí! Espero ter explicado o mal entendido. E sim, eu sei, foi chato, algumas pessoas levaram esse brincadeira muito a sério, deixaram o suposto poder real subir a cabeça, mas em nenhum momento ninguém quis ferir os sentimentos de ninguém, nem excluir ninguém. Não mesmo!


Sei que não sou a melhor pessoa pra tá falando isso! Não sou a mais amada, a mais simpática, a mais sociável da turma, isso é FATO! Mas não é por isso que não posso contar ou expressar o que sinto... Acreditar no que falo já é uma questão de cada um de vocês! A minha parte eu já fiz. O recado tá dado. Não sou a pessoa bestinha, ou mimada que vocês pensam que sou! Sou eu o tempo inteiro e defendo meu ponto de vista até o fim! Se vocês discordam de mim, se tem algo contra ao que falo... Bom... Não posso fazer nada! Nem vou mudar pra agradar a cada um de vocês, não mesmo! Se quiser gostar de mim assim, gostem, se não, meus pêsames. Tenho pessoas que me amam desse jeito e estou feliz assim. Só quero dizer uma coisa: " Sejam mais profissionais, por favor! Separem mais o pessoal do profissional! Isso é uma lição tanto pra agora, quanto para o futuro de cada um de vocês! Não esqueçam que (alguns de nós) estudam juntos desde pequenininhos e que já fomos amigos inseparáveis e tivemos amizades verdadeiras, mesmo que elas não tenham durado até hoje, isso não significa que ela deixaram de existir um dia! Lembrem que tivemos muitos momentos juntos agradáveis, divertidos, engraçados! Esqueçam por um momento das brigas, dos bate-bocas que estamos tendo! Lembrem de tudo que passamos juntos! Lembrem que esse é o nosso último ano juntos, que a nossa "família" vai ser separada esse ano, que cada um vai seguir o seu caminho e que apesar de você não querer nunca mais ver aquela garota chata que senta do seu lado, ou na sua frente, enfim, ou aquele garoto que só fala besteira, logo alí perto, cada um fez parte da sua história de alguma forma! Entendam, eu não quero que vocês concordem comigo, sei que tem gente que pode até querer concordar, mas vai fazer o contrário de pirraça, quero apenas que vocês deixam o orgulho de lado, como eu deixei agora, e apenas pensem, é o mínimo que vocês podem fazer, não por mim, mas por nossa turma em geral!"




Eu decreto o fim da "realeza", ok? Desculpem o transtorno, realmente não foi a intenção. E sem hipocrisia, sério, cada um de vocês são importantes, de uma forma ou de outra nessa história. Na história do terceirão!

4 Response to "Realeza?"

  1. karla oliveira ;] Says:

    HEEEY botou foi quente em negrinha! very very very good, falou tudo *-* seira uma ótima de TODOS lessem este otíssimo texto, todos mesmo. e aa, a realeza estará aqui, hoje e sempre, afinal, um rei nunca perde a majestade! HH.

  2. *Natália* Says:

    Num entendi nada.
    Mas tomara que, no fim de tudo certo !

    beiijos.

  3. karla oliveira ;] Says:

    AHSUAHSAUHSAUHSAUHSAUHSUAH amém!

  4. Di Lopes Says:

    AOKSSOKA ' A vida é assim mesmo, a gente pega até dinheiro escondido (66' oksaaoks ' To brincando tá? =p